Skip to content

Filipe Ret – 7 Meiota Lyrics

Filipe Ret – 7 Meiota Lyrics

Porque ao invés de eu dar uma arma na mão de uma criança de brinquedo, eu vou precisar não, eu prefiro dar uma bola
Eu prefiro dar uma bicicleta, eu prefiro dar um bagulho porque eu não vou incentivar eles nunca a dar tiro na polícia
Só que a própria polícia incentiva eles, sabe como?
Entrando na casa de um menor de dez ano e dando tiro na cara do pai deles
Como é que ele vai crescer? Com amor no coração?

Sete meiota apontado lá pros alemão
Menor revolta já cresce de bico na mão
Aqui eles não brota nem de caveirão
Verme na minha bota, essa porra não é novela não
Senta gostoso pra mim, dando fuga nos cana’ você vai mamar
Tô de pistola, colete, radinho, as filha’ de madame quer tudo me dar de ladin’
Ela baforando e senta no pau de ladin’
Ela baforando e senta no pau

Vai sobrar pra qualquer viatura (Yeah)
Muita fé em Deus no peito
Glock de pente alongado (Yeah)
É o kit que te costura (Uh-yeah)
Pra novinha, eu sou um troféu
Lua cheia no morro
O traçante vermelho passa iluminando o céu
Gostosa quer tá no fervo, pros cria’ quer rebolar
Ninfeta quer dar no pelo vestida de Labella (Labella)
Minha tropa toda de preto caçando lobo-guará (Cash)
Se lá recebem arrego, nego, aqui nós tá com a

Sete meiota apontado lá pros alemão
Menor revolta já cresce de bico na mão
Aqui eles não brota nem de caveirão
Verme na minha bota, essa porra não é novela não
Senta gostoso pra mim, dando fuga nos cana’ você vai mamar
Tô de pistola, colete, radinho, as filha’ de madame quer tudo me dar de ladin’
Ela baforando e senta no pau de ladin’
Ela baforando e senta no pau

(Oh, fé) Já faz um tempo que ele não passa da barricada
Se subir, tentar entrar, nós vai furar o cara de lata
O doze por um estala, os comércio’ para, o vapor recolhe a carga
O tempo fecha, a chuva de bala, nós tira o pino da granada
Deixei minha dona (Forte), silicone, abrir um salão
Comprei uma CPX pra ela, pra ela dar um rolé no morro
Ela é minha 01, rodei, me visitou em Bangu
Minha preta dá de dez a zero nessas paty de olho azul

Sete meiota apontado lá pros alemão
Menor revolta já cresce de bico na mão
Aqui eles não brota nem de caveirão
Verme na minha bota, essa porra não é novela não
Senta gostoso pra mim, dando fuga nos cana’ você vai mamar
Tô de pistola, colete, radinho, as filha’ de madame quer tudo me dar de ladin’
Ela baforando e senta no pau de ladin’
Ela baforando e senta no pau